segunda-feira, 22 de abril de 2013

bless the broken road (shortfic)



(n/a: coloquem pra carregar e eu aviso quando for pra dar play gatinhas bless the broken road )

Ela estava jogada em sua cama, os pés na cabeceira da cama e a cabeça um pouco pra fora da beirada da mesma a deixando de cabeça pra baixo. Lagrimas caiam de seus olhos antes brilhantes e castanhos, os cabelos antes pretos agora estavam quebrados e sem brilho algum. Demi usava apenas uma camiseta antiga e surrada que era de Joe, foi a unica peça de roupa que ele deixara ali antes de partir e ela se afundar ainda mais num buraco sem volta, pelo menos era assim que a menina pensava. Ela não via saída, não tinha escapatória, tinha magoado pessoas, dado valor a quem não merecia e simplesmente destruído sua vida sem ao menos perceber.

- burra, burra, imbecil! - Demi sussurrava pra si mesma enquanto o choro ia aumentando.

O namorado terminará com ela, o melhor amigo tinha ido embora sem ao menos dar alguma explicação. Ela estava sozinha.

6 de julho de 2005.

Demi tinha acabado de se mudar para New Jersey, seu pai fora transferido e cá estavam ela, sua mãe as duas irmãs e o pai. Era o primeiro dia da menina na escola, não conhecia absolutamente ninguém e estava mais nervosa do que nunca. Não era seu maior talento fazer novos amigos, muito menos rápido. Demi se olhou outra vez na frente do espelho, os cabelos na altura dos ombros castanho claro, apenas um batom rosado cobriam seus lábios. Uma camiseta preta da banda AC/DC uma calça jeans escuro e um all star preto nos pés. Estava ótimo. 
Dianna parou com o carro em frente ao portão da escola, deu um beijo na filha e desejou boa sorte a menina que suava frio a sua frente. Demi desceu do carro colocou a mochila nas costas, abaixou a cabeça e foi pegar os horarios. Chegou na sala e se sentou na ultima carteira encostada na parede e ficou olhando as pessoas entrarem na sala quando um menino mais alto que ela, moreno e com os cabelos jogados no rosto entrou na sala sorrindo e se sentou na carteira a frente de Demi. 

- oi, você é a Demi não é? - Ele perguntou depois de algum tempo olhando pra ela e sorrindo, o sorriso era tão grande que parecia que iria estourar a cara de anjo que ele tinha.

- hm, é..sou eu sim -ela sorriu tímida colocando o cabelo atrás da orelha, Joe ficou encantado.

- Joseph, mais pode me chamar de Joe -ele sorriu e deu um beijo na bochecha dela deixando a menina assustada e completamente corada.

Os dois conversaram a aula toda e pareciam que eram amigos a seculos, Joe estava encantado por Demi...nunca vira uma menina tão legal e parecida com ele em toda a sua pequena vida. E naquele momento...Demi sabia que tinha um melhor amigo pro resto da vida.

---

A lembrança do dia que conheceu Joe a atingiu em cheio e fez a pequena Demi soluçar mais alto ainda. Isso era terrível, doía, não se via sem Joe...Ele sempre esteve lá. E agora simplesmente ia embora, como ele fazia isso com ela? o que ela tinha feito? Não conseguia entender.

 

15 de agosto de 2006.

 
Era o segundo aniversário que Joe passava com Demi. Fazia um ano que os dois eram melhores amigos mais por ele seriam muito, muito mais. Demi arrastava Joe para dentro de sua casa pois tinha esquecido sua bolsa. Assim que abriram a porta o grito de "SURPRESA" tomou conta da sala da casa dos Lovato. Era uma festa surpresa para Joe. Demi tinha preparado isso por meses e agora estava tudo ali do jeitinho que ela planejara e sabia que ele iria amar.
A festa bombava e estava lotada certos locais da casa nem se dava pra andar. Era o melhor aniversário da vida de Joe, ainda mais porque sua pequena havia preparado tudo, quer dizer, era o melhor aniversário de sua vida até ele ver Demi e Niall -um de seus melhores amigos e que obviamente sabia seus sentimentos por Demi- aos beijos no fundo da casa. Aquilo destruiu qualquer sinal de felicidade que Joe tinha dentro de si.
Depois da festa de aniversário de Joe, Demi só falava em Niall...os olhos chegavam a quase explodir de tanto brilho. Os dois namoraram por cinco meses e Joe sempre tinha que ouvir a menina falando dele, aquilo o destruía mais ela estava feliz, então ele tinha que ficar feliz também. O pior dia foi quando os dois terminaram pois Niall iria voltar para Irlanda, sua terra. Ele era aluno de intercambio. 

- eu o amava - Demi dizia chorando no colo de Joe

- shiuuu, ta tudo bem. Você vai esquecer - Joe dizia de olhos fechados pra não chorar junto, aquilo partia seu coração duas vezes mais.

---

Ah, Niall. Demi amava aquele garoto, era tão meigo e engraçado, fora que amava comer tanto quanto Demi na epoca. A menina sorriu de um jeito triste, ainda falava com ele algumas vezes Niall estava noivo e se casaria em alguns meses, até chamou Demi para ir e a mesma aceitou. Ele era passado, um passado lindo que ela sorria ao se lembrar mais era apenas isso.

18 de fevereiro de 2008.

Joe e Demi estavam de férias no Brasil com alguns amigos, estava na época do carnaval e todos estavam completamente animados, sempre quiseram vir em um carnaval no Brasil.
Demi usava um vestidinho preto de malha fina por cima do biquíni vermelho tomara que caia, os cabelos soltos e um oculos de sol cobriam os olhos castanhos. Ela e Joe foram para a praia que estava lotada, uma musica diferente do que costumavam a ouvir tocava, as pessoas dançavam, bebiam, se pegavam e tudo que tinham direito. Joe foi pegar uma bebida no quiosque que tinha ali enquanto Demi ficou com os amigos, até um cara moreno com a barba por fazer e olhos castanhos escuros chegou com um sorriso perfeito nos lábios, Ah os homens Brasileiros. Pensou Demetria suspirando e sorrindo. O nome do cara era Wilmer, ele era alguns anos mais velho do que ela mais nada de mais, os dois conversaram de se deram super bem, no final da festa estavam se pegando e Demi pode ver Joe olhando em sua direção com uma cara de dor e tristeza mais nem ligou e voltou a beijar o moreno a sua frente.

Demi e Wilmer namoraram por um ano, o cara tinha se mudado pra Los Angeles só pra ficar perto dela, e ela não podia estar mais feliz até ela pegar ele na cama com alguma qualquer, fim de namoro, Demi magoada, Joe a consolando como sempre. Não entendia porque ela não enxergava como ele a amava? como ele seria melhor do que todos esses? era desesperador amar alguém e esse alguém não corresponde-lo.

---

Wilmer, Wilmer, ele era um canalha! Demi riu ironicamente pensando no moreno. Como ele pode engana-la daquele jeito? Não podia ter ao menos a descendia de ter dito que não a queria mais? Tinha que trair ela? ela sentia nojo ao pensar no rapaz.

07 de novembro de 2013

Demi e Joe estavam em um pub numa sexta a noite com a galera da faculdade. O local estava estupidamente cheio por conta de uma banda que iria tocar ali.
Entre bebidas, risadas e conversas ninguém percebeu quando as luzes do se apagaram e a banda subiu no pequeno palco do pub, a musica começou e Demi se virou para o palco animada, e logo em seguida com a boca escancarada.

- o vocalista é um gatinho! -exclamou a menina mordendo o lábio inferior enquanto Joe respirava fundo e revirava os olhos rezando para o maldito vocalista não dar a minima atenção a sua melhor amiga.

 
As preces de Joe não foram atendidas, pouco menos de um mês alex e demi estavam aparentemente apaixonados e namorando. Maldito seja aquele vocalista de merda! o namoro não durou menos que três semanas, alex caiu fora dizendo "estou começando minha carreira agora, não posso me prender a alguém"

---

"vá pro inferno você e sua banda maldita" pensava Demi agora. A diferença desta vez foi que Joe não estava lá pra consola-la como sempre, ele simplesmente disse que não aguentava mais e sumiu! não aguentava mais o que? Demi repetia essa pergunta a cada cinco segundos.
A menina não entendia porque tudo parecia dar errado em sua vida, vinte anos aguentando tudo dar errado e a unica coisa que lhe era certa na vida sumiu! Não era justo! a menina pensava enquanto colocava qualquer musica pra tocar no celular.

-inferno -desistiu de levantar e se jogou na cama novamente, desta vez com o rosto enfiado no travesseiro que estava impregnado o cheiro do melhor amigo que ante ontem, dividia o apartamento com ela.

(n/a: da play ai )

A menina reconheceu o começo da musica e automaticamente relaxou, adorava aquela musica. Se lembrava de todas as vezes em que ela obrigava Joe a cantar pra ela.


I set out on a narrow way, many years ago
eu parti em um caminho estreito, muitos anos atras
Hoping I would find true love along the broken road
esperando encontrar o amor verdadeiro ao longo da estrada partida
But I got lost a time or two
Mas eu me perdi uma ou duas vezes
Wiped my brow and kept pushing through
Sequei o suor e continuei em frente
I couldn't see how every sign pointed straight to you
Eu não percebia que todas as placas apontavam diretamente à você



Ironicamente aquela musica a descrevia com perfeição. Sempre sonhara em encontrar o amor verdadeiro, por isso sempre se aventurara em tantos namoros, e com certeza ela se perdeu mais de duas vezes mais ainda assim continuou seguindo em frente e quebrando a cara quantas vezes fosse preciso, só não conseguia enxergar pra que lado ou pra quem as placas indicavam.

That every long lost dream led me to where you are
Que todo longo sonho perdido me guiava para onde você está
Others who broke my heart, they were like northern stars

As outras que partiram meu coração, eram como estrelas do norte
Pointing me on my way, into your loving arms

Apontando me para o meu caminho, dentro dos seus braços amorosos
This much I know is true

Sei que isso tudo é verdade
That God blessed the broken road

Que deus abençoou a estrada partida
That led me straight to you
Que me guiou diretamente à você

Sem nem perceber seus pensamentos pairavam no melhor amigo, o conhecia a  oito anos, conhecia cada mania, cada olhar, cada gesto. Ela o conhecia melhor do que ele mesmo e vice e versa. Era sempre ele quem arrancava uma gargalhada ou um simples sorriso dela, ele que sempre lhe dava os melhores conselhos. Era Joe quem ficava com ela ate de madrugada assistindo filmes que ele nem gostava mais assistia só para deixa-la feliz, ele quem fazia as piadas idiotas, quem cuidava dela quando estava doente, que fazia de tudo pra vê-la feliz. Joe era seu proto seguro.
Não se lembrava de nenhum momento onde esteve com ele, que o coração batia mais forte, que o sorriso não estivesse presente em seu rosto de boneca, que se sentisse completa.
Era isso, a estrada partida lhe guiava até Joe!

I think about the years I spent just passing through
Eu penso sobre os anos que eu gastes apenas de passagem
I'd like to have the time I lost and give it back to you
Eu gostaria de recuperar todo o tempo que eu perdi e gastar ele com você
But you just smile and take my hand
Mas você apenas sorri e pega a minha mão
You've been there, you understand
Você esteve lá, você entende
It's all part of a grander plan, that is coming true
É tudo parte de um plano maior, que está tornando-se verdade


O coração saindo pela boca, a necessidade de ficar perto, os sorrisos bobos...Deus como ela nunca percebera? Era apaixonada pelo melhor amigo! Depois de tantos anos e só fora entender aquele sentimento agora? era um castigo, só podia! logo agora que ele sumira?

- IDIOTA!- Demi gritou furiosa, e então a conclusão de tudo chegou como se alguém lhe desse um soco no estomago- Ele...Ele, deus! -ela chorava desesperada

Joe foi embora, ele não aguentava vê-la com alguém que não fosse ele. Ele também a amava, passara todos esses anos amando-a e ela nunca viu ou o enxergou dessa forma. Agora a menina se lembrava de todas as vezes que começava um namoro e o rapaz vivia com o olhar baixo, não com aquele brilho, ou das vezes em que a consolava e ele chorava junto, chorava porque doia ver ela destruída por um idiota enquanto ele podia lhe dar todo o amor do mundo. Ele a amou por todos esses anos e ela nunca lhe deu a atenção que ele merecia. Se sentia um monstro

 
Now I'm just rollin' home, into my lovers arms
Agora estou apenas indo pra casa, dentro dos seus braços amorosos
This much I know is true
Sei que tudo isso é verdade


Ela tinha que concertar as coisas, finalmente encontrara seu caminho e ele sem duvidas a levava ate Joe. Chega de choros e musicas tristes.
Ela se enfiou num shorts jeans que tinha jogado ali pelo quarto, colocou o primeiro chinelo que viu pela frente, prendeu o cabelo num rabo de cavalo enquanto pegava o celular e as chaves do carro e desceu escada a baixo, nada ia para-la naquele momento. Ela ia acha-lo, ela estava voltando pra casa, para os braços dele.

- tia denise? -perguntou Demi ao telefone enquanto ligava o carro e saia cantando pneu.

- Demi? oh meu anjo, como você esta? - Sra Jonas perguntou toda preocupada e carinhosa como sempre

- eu vou ficar bem...se a senhora me disser pra onde seu filho foi 

- ah pequena, ele não está com você? -Denise perguntou confusa

-não -a menina respondeu triste- a gente brigou e enfim, imagina onde ele possa estar? -perguntou mais uma vez esperançosa 

-hmm...porque não tenta a praia? ele adora ir lá pra pensar -Ela pode sentir que Denise sorria e sorriu junto aliviada, porque não pensou na praia antes?

- obrigada tia! vou até lá -Demi disse animada e desligou o telefone seguindo ate a praia que era proxima ao apartamento deles

O sol já estava sumindo quando ela estacionou o carro e descer com os chinelos na mão procurando pelo melhor amigo, o qual encontrou no canto mais afastado da praia aonde não tinha ninguém. Joe estava sentado na beira do mar, agua ia e vinha e molhava seus pés.
Sem dizer uma palavra sequer, ela se sentou ao lado dele e ficou encarando os próprios pés enquanto criava coragem de dizer tudo que precisava.

- o que faz aqui dem? - Joe perguntou num sussurro baixo e rouco

-você sumiu...nem me disse o porque, acho justo eu vir atrás de você -ela deu um meio sorriso e finalmente criou coragem de olha-lo nos olhos e se arrependeu um segundo depois. Ela mal podia ver o castanho dos olhos dele, o vermelho em volta chamava atenção de mais, ele estava chorando e a culpa era dela.

-não adiantaria eu explicar, não ia fazer diferença alguma -ele deu de ombros fungando

- porque você não tenta? -ela sorriu encorajando-o

- eu te amo -ele sorriu triste

- eu também te amo 

-não Demi, eu...-o menino ia falar mas foi surpreendido pelos labios da amiga se encostando levemente nos seus

-eu sei, e eu já disse, eu também te amo! só demorei pra entender -disse baixinho com os labios roçando nos do rapaz a sua frente que sorriu a beijando de verdade, matando aos poucos o desejo que tinha de fazer aquilo a exatos oito anos - god blessed the broken road that led me straight to you -a menina cantarolou



 
THE END.


olá gatchênhas, fer aqui!
mals por ter sumido mais vocês já se acostumaram né hehe
culpa da escola, fico o dia todo na escola e nem consigo escrever nada :c mais depois de uns 100 anos eu consegui escrever essa fic aê, ta chata e tals mais eu postei só pra falar que eu não sumi, e que eu to com saudade de vocês e de ficar aqui no blog, porem, vou demorar um pouco pra postar mais eu posto um dia ta kkkkkkk tem a bia também que ta postando ai pra vocês e em breve vai ter a leticia pra postar mais coisas pra vocês estão uhu!!!   
tenho mais nada pra falar, então espero que gostem da fic, comentem, xinguém, a vontade!

se quiserem falar comigo, to no twitter: @FALLINGJONATO ou no face, FERNANDA SALES e se quiser segue o instagram também FERKINSS

beijos xuxus
love ya'll <33    









6 comentários:

  1. Ahhhh eu tava com saudades <3<3<3<3

    adorei a fic ... Perfeita XD

    vou te seguir no tt ... O meu é @jobros_mypround :-D

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. OMG eu passo aqui todo santo dia é batizado, dai eu não venho um dia e tu volta isso é serio?! tava com saudades.

    PS:NÃO SUMA DE NOVO!!!!!

    bjss

    ResponderExcluir
  3. nossa que min fic PERFEITA
    Amei de mais <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. pefeito!!

    vc faz parcerias com blogs pequenos?estou apenas começando ,tem um blog de fics jemi também,preciso mesmo divulgar porque esta praticmente zerado kkk

    ResponderExcluir
  5. C-A-R-A-L-H-O! Tá divo Fernandaaaa ( e eu nao to digitando assim pq to com aquilo lá que vc sabe, é pq to animada) psé gatinha vo me apresentar hoje, me deseje sorte!

    ResponderExcluir

nandinha aqui agradece fervorosamente a todos os comentarios lindos e não lindos que vocês deixam aqui. amo vocês xuxus voltem sempre <33333